Mancha Verde volta à elite do Carnaval com história do Palmeiras

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2015 13h22
Jovem Pan/ Cris Santos Diretor de carnaval Paolo Bianchi da Mancha Verde

Após voltar ao grupo especial do carnaval paulistano, a Mancha Verde abrirá os desfiles no Anhembi resumindo a história do Palmeiras. “A gente foi lá trás entender a fundação do Palmeiras e como São Paulo era naquela época, como funcionava a vida dos italianos”, revelou o diretor de carnaval da agremiação, Paolo Bianchi.

A escola promete surpreender ao narrar as glórias do verdão e aposta em curiosidades sobre a história do clube. Apesar de um novo estádio, o antigo templo do futebol palestrino será relembrado. “Vai descobrir que o primeiro avião pousar do Correio Nacional foi o Parque Antarctica, a primeira corrida de automóvel foi no Parque Antarctica”, disse o diretor de Carnaval que informou que dois carros com réplicas dos estádios devem emocionar os torcedores. 

Os momentos de agonia e tristeza do clube não estragam a festa da escola de samba. “O cordão central do enredo é a força que a gente tem em defender o Palmeiras em 2014 quando case caiu, em 2012 quando caiu e em 2003. Para a gente isso não tem importância nenhuma, o que vale é o amor que a gente sente e isso se valeu quando o Palestra foi perseguido por conta da guerra”, considerou Bianchi.

Mestre Caju puxará a bateria, que tem como rainha a modelo e atriz Viviane Araújo.