“Muito satisfeito”, diz Will Smith sobre mudanças que devem acontecer no Oscar

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2016 15h51

Will Smith no filme "Um Homem Entre Gigantes"Will Smith no filme "Um Homem Entre Gigantes"

O astro dos cinemas Will Smith afirmou estar “muito satisfeito” com a promessa da Academia de realizar mudanças na maior premiação do cinema. Após as controvérsias e a hashtag #OscarsSoWhite, a entidade comprometeu-se a dobrar o número de mulheres e representantes de minorias até 2020.

À BBC Breakfast, Smith aprovou o quão “ágil e agressivamente” a Academia respondeu, mas ressaltou que cada um precisa cumprir o seu papel. ““Sou um membro da Academia, então é muito mais um problema doméstico de uma família do que um problema de direitos civis, então é um problema que todos ‘nós’ temos que resolver”, disse.

O ator reforçou que sua participação no boicote não tem a ver com não ter sido indicado ao prêmio de Melhor Ator, pelo filme Um Homem Entre Gigantes. “Quero deixar isso bem claro em relação ao caráter do que estou dizendo. Isso vai muito além de mim. Isso não tem nada a ver comigo. Isso em nada tem a ver com prêmios”, afirmou. “Para mim, isso tem muito mais a ver com a ideia de diversidade e inclusão”, completou.

A esposa de Smith, Jada Pinkett Smith, e o cineasta Spike Lee já haviam aderido ao boicote à premiação do Oscar 2016, que pelo segundo ano consecutivo tem apenas atores brancos indicados nas categorias de atuação. “Se não somos parte da solução, somos parte do problema”, disse o ator ao se juntar ao boicote.

Chris Rock, o apresentador da cerimônia deste ano, também reescreveu seu monólogo de abertura para tratar da falta de diversidade no Oscar.