Acusado de racismo, namorado de Kéfera afirma: “nasci dessa cor. Reclamem com minha mãe”

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2016 14h43
Reprodução<p>Gusta nega acusações de blackface e se defende nas redes sociais</p>

Aproveitando o sucesso de “Work”, single de Rihanna que domina há oito semanas a parada americana, a vlogueira Kéfera divulgou uma paródia da música em seu canal no Youtube. Com ela no papel de Rihanna e Gusta, seu namorado, no de Drake, o vídeo acabou chamando atenção pela cor da pele do também vlogueiro, supostamente mais escura do que o natural. Acusado de racismo, por supostamente ter pintado o rosto para parecer negro, ele utilizou suas redes sociais para se defender.

“Vocês já perceberam que eu não sou branco, né? Vocês devem ter percebido, já que posto fotos e vídeos, que minha pele é morena e que tenho traços indígenas em minha aparência”, escreveu. “Durante toda minha vida, fui alvo de preconceito. Fui chamado de macaco, neguinho e todos os outros termos racistas que vocês puderem imaginar”, disse Gusta, negando que teria pintado a sua pele.

“Fomos responsáveis e pensamos nisso antes. As acusações, além de injustas, nos difamam como pessoas e artistas”, acrescentou. Ainda de acordo com ele, Kéfera apenas colocou cabelo liso e lentes de contato. “Ela, assim como eu, não pintou o rosto”. “O alvo de preconceito nessa história toda FUI EU”, destaca.

“Uma minoria barulhenta perdeu tempo deixando de fazer algo que gosta para atacar algo completamente superficial, colocando motivos que não existem para destruir um trabalho que foi feito com muita dedicação para o divertimento de quem gosta”, criticou a webcelebridade. “Enfim, essa tinta que falaram que passei na cara não vai sair. Nasci dessa cor. Reclamem com minha mãe”, encerrou.

Relembre abaixo a paródia polêmica: