Adam Levine comete gafe ao criticar VMA e pede desculpas, mas reforça: "MTV, te odeio"

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2018 17h00
Reprodução/Facebook

Olha só a confusão em que o Adam Levine se meteu nesse fim de semana. O músico, líder do grupo Maroon 5, escreveu em suas redes sociais uma crítica ao Video Music Awards (VMA) da MTV pelo fato de a premiação não ter indicado Childish Gambino, pseudônimo musical de Donald Glover, um dos maiores nomes do meio artístico em 2018. Acontece que, diferente do que ele imaginava, o músico foi, sim, nomeado. E em sete categorias diferentes.

“Neste ano, Childish Gambino lançou um dos mais impactantes, provocativos e inteligentes videoclipes já feitos. Eu tenho certeza de que ele não liga se não for nomeado para um VMA, porque ele é super legal, mas eu ligo. Eu não sou tão legal e ainda quero que a MTV volte a ser algo significativo. Mas não vai funcionar”, postou no Twitter.

Ao descobrir que havia se enganado, publicou um retratação – mas sem deixar de lado seu desagrado com a emissora. “Merda, quase nunca falo demais, mas desta vez falei. This is America foi indicado em 7 categorias. Como não tive as informações corretas, estou me retratando. Desculpe, MTV, ainda te odeio, mas desculpe”, disse.   E não é que o perfil do VMA foi lá comentar? “Hey Adam não nos odeie, nós te amamos. E se você é tão fã de Donald Glover como nós, deveria votar para ele no http://vma.mtv.com”, respondeu. 

Vale lembrar que o Maroon 5 também foi indicado na premiação e está concorrendo em Melhores Efeitos Visuais por Wait.  Relembre o videoclipe aqui: