Após sumiço, Sinéad O'Connor é encontrada em segurança

  • Por Jovem Pan
  • 16/05/2016 16h00
Wikimedia commons

Após ficar desaparecida por mais de 24 horas, a cantora Sinéad O’Connor foi encontrada em segurança pela polícia de Chicago, sendo retirada da lista de “desaparecida suicida”, como foi classificada no alerta policial. Segundo o site TMZ, não se sabia do paradeiro da cantora irlandesa desde a tarde do último domingo (15), quando saiu para andar de bicicleta no subúrbio de Wilmette, em Chicago.

Conforme informações da polícia, uma pessoa havia ligado para avisar que O’Connor não havia voltado do passeio. Desde então, buscas foram feitas pela artista.

Em novembro de 2015, Sinéad recebeu tratamento médico após escrever mensagens suicidas cheias de raiva para a família. A polícia tenta agora verificar o estado de saúde e bem-estar da cantora, que sofre de depressão.

A preocupação dos fãs só aumentou com a última postagem na página oficial do Facebook da artista, da noite deste domingo (15). Direcionada para seu filho mais velho Jake Reynolds, de 28 anos, O’Connor pede para ele cuidar do irmão e não abandonar a família.
“Jake, por favor vá ao tribunal na próxima terça-feira para assumir a custódia de seu irmão”, escreveu. “Na verdade, é melhor você trazer um advogado de sua preferência. E não abandone o seu irmão ou qualquer outro dos meus bebês novamente. O que você tem feito para o seu irmão e sua mãe é literalmente criminal”, concluiu:

Embora a cantora tenha uma vida conturbada, a carreira como artista foi muito boa, contando com 10 álbuns lançados, sendo o último de 2014, “I’m Not Bossy, I’m The Boss”, que fez muito sucesso com o hit “Take Me To Church”. Assista ao videoclipe da canção: