Beyoncé líder dos Illuminati? Sim, essa teoria existe – e é citada em “Formation”

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2017 13h04
Reprodução

A Rolling Stone publicou uma reportagem nesta semana em que destrinchou uma das teorias da conspiração mais bizarras da música pop: a de que a cantora Beyoncé e seu marido, o rapper Jay-Z, seriam líderes da centenária organização secreta Illuminati.

Citada em diversos livros de história e ficção, entre eles o best-seller Código da Vinci, de Dan Brown, a sociedade teria sido fundada na época do Iluminismo, em 1776. Seu objetivo seria reunir intelectuais, políticos e artistas para combater a influência religiosa e os abusos de poder. Segundo rumores, ela nunca deixou de existir e continua tendo pessoas públicas de todo o mundo como membros ainda hoje.

De acordo com a revista, a ligação da popstar com os Illuminati apareceu pela primeira vez quando ela assumiu relacionamento com Jay-Z – que já tinha seu nome ligado à organização. Afinal, o casal mais poderoso da música não poderia ficar de fora da seita que reúne a elite cultural que domina o planeta, certo? Além disso, o logo da gravadora do rapper, a Roc Nation, tem o formato de um triângulo, o que poderia ser uma referência ao triângulo Illuminati.

Em 2008, esses teóricos notaram ainda algumas mensagens subliminares no videoclipe de Single Ladies ao tocar a música de trás para frente. A desconfiança aumentou  na memorável apresentação da cantora no Super Bowl de 2013, em que ela fez o símbolo triangular da gravadora com as mãos.

E talvez você não tenha reparado, mas sabia que essa teoria é citada pela própria Beyoncé em um de seus principais hits? Trata-se da pesada e questionadora Formation, cuja letra começa com o verso: “Y’all haters corny with that illuminati mess” (algo como “Todos vocês haters se moendo com esse papo Illuminati”). E aí, será que é apenas conspiração?