Biografia revela que Bowie recebeu proposta para fazer sexo com defunto

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2017 13h02
Reprodução

Uma biografia de David Bowie promete revelar diversas histórias que contribuirão para a fama de excêntrico que o cantor conquistou durante sua vida. “David Bowie: A life” (David Bowie: Uma vida, em tradução livre), escrito pelo editor da GQ britânica Dylan Jones, é descrito como “um retrato o mais íntimo que se pode ser desenhado”.

No livro, que será lançado em 25 de agosto (ainda sem data para o Brasil), vários momentos da vida do ícone da música estarão disponíveis. E isso inclui propostas um tanto estranhas recebidas por Bowie.

A groupie Josette Caruso contou sobre ocasião que foi oferecido ao “Ziggy Stardust” um “defunto morto, ainda quente” para que ele fizesse sexo, durante turnê na Filadélfia, em setembro de 1972.

De acordo com o Mail Online, ela relata que o guarda-costas do cantor bateu na porta e chamou por David, que voltou “branco como um lençol”. “Quem eles pensam que eu sou? Por que pensaram que eu estaria interessado em algo como isso?”, questionou Bowie.

“Por que eu estaria interessado em transar com um corpo?”, exclamou ele.

Caruso analisa o episódio: “ele obviamente parecia tão estranho que algumas pessoas pensaram que ele curtia necrofilia (atração por mortos)”.

Bowie morreu em 11 de janeiro de 2016, após brigar contra um câncer por 18 meses. Ele morreu apenas três dias após o lançamento de seu álbum “Blackstar” e dois dias depois de completar 69 anos.