Björk se recusa a colocar novo disco em sites de streaming

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2015 09h57
Divulgação<p>A cantora acredita que disponibilizar de graça as músicas não valoriza o trabalho do artista</p>

Depois de antecipar o disco Vulnicura na Apple Store, Björk alega que não se sente muito a vontade para colocar o álbum em serviços de streaming, como Deezer, Spotify e Rdio. 

“Trabalhar em algo por dois ou três anos e então: ‘Oh, aqui está, de graça’. Não é pelo dinheiro. É uma questão de respeito, sabe? Respeito pelo que foi conquistado e pela dedicação dada a isso”, disse a artista islandesa em entrevista à revista Fast Company. 

“Gostaria de dizer que há um grande plano por trás (do lançamento do álbum), mas não há. Contudo, alguns meses atrás, mandei um e-mail a meu agente e disse: ‘Quer saber? Essa coisa de streaming não parece estar certa. Não sei por que, mas parece ser meio maluco”, completou.

Outros discos da artsita, que considera que o Netflix possa ser “um bom modelo”, estão disponíveis para audição on-line. “Você primeiro vai ao cinema e depois de um tempo, o filme chega à Netflix. Talvez este seja o caminho para o streaming. Primeiro o físico e depois, talvez, você pode ouvir no streaming”, teorizou.