Brasileira que estava em show de Ariana Grande viu feridos após explosão: "desespero"

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2017 16h16
Reprodução/ Twitter

O show de Ariana Grande em Manchester, na Inglaterra, na noite de segunda-feira (22) terminou em uma grande tragédia que ainda abala o mundo. A explosão que aconteceu no estádio deixou 22 mortos, 56 feridos e causou pânico nos arredores do local. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, a estudante Catarina Padilla, que estava no local), contou que viu adolescentes feridos pelo artefato caseiro.

—related—Catarina estava deixando o estádio em direção à estação de trem quando percebeu a movimentação. Apesar de não ter ouvido a explosão, ela notou o desespero que tomou conta das famílias que estavam à procura de seus filhos.

“Sai sozinha do estádio e quando cheguei na estação vi 3 pessoas no chão, com sangue, esperando ajuda”, contou. “A polícia já estava lá. Foi tudo muito rápido, o desespero era nítido e ninguém entendia o que estava acontecendo”, relatou.

Apesar do caos, Catarina afirmou que a polícia foi rápida em intervir e, desde ontem, aumentou o número de viaturas e os bloqueios ao redor de Manchester. Ela mesma teve dificuldade de ir para a sua cidade, que fica próxima de Manchester.

“Eles bloquearam estações de ônibus e trens. Não dava para sair [de Manchester], estava complicado. Mesmo aqui na minha cidade o policiamento foi reforçado”, lamentou.

Nesta terça-feira (23), o Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado. Segundo informações atualizadas, um jovem de 22 anos está preso como suspeito de plantar o artefato caseiro e causar a explosão.