Brittany Howard lança o primeiro álbum solo: ‘Falo o que eu queria falar’

Em entrevista à Jovem Pan, Brittany Howard falou sobre o disco ‘Jaime’ e a vontade de vir para o Brasil em 2020

  • Por Caio Menezes/Jovem Pan
  • 19/09/2019 17h11
Divulgação/Brantley GutierrezBrittany Howard lança o disco 'Jaime' nesta sexta-feira (20)

A cantora Brittany Howard lança nesta sexta-feira (20) o álbum “Jaime”, seu primeiro trabalho solo. Em entrevista por telefone à Jovem Pan, ela explicou por que decidiu fazer um disco sem o Alabama Shakes, banda que a vocalista lidera há 10 anos.

“Queria expandir minha música, fazer coisas diferentes”, explicou Brittany. O álbum, de fato, tem uma sonoridade diferente da discografia da banda americana. “Eu quis tentar coisas novas e consegui fazer isso”, afirmou.

A artista gostou do resultado de “Jaime”, que tem esse nome em homenagem à falecida irmã dela, vítima de um câncer. “É um disco honesto. Falo o que eu queria falar [nas músicas]”, comemorou Howard. E não foi só ela que aprovou o trabalho. O álbum tem nota 86, de 100, no agregador de críticas Metacritic. Entre as publicações que fizeram avaliações positivas, estão Rolling Stone, UncutMojo.

Racismo

O álbum já tem alguns singles lançados, entre eles “He Loves Me” e “History Repeats”. A grande música do disco é, no entanto, a brilhante “Goat Head”, em que a cantora discorre sobre o racismo.

“Foi inspirada em uma história real”, disse a cantora sobre a faixa. O que motivou a canção foi um ato de racismo sofrido pelo pai dela, quando colocaram a cabeça de um bode no carro e escreveram para ele nunca mais voltar para o lugar onde estava. Aquilo a marcou de uma maneira diferente.

Filha de pai negro e mãe branca, Brittany cresceu sendo protegida do racismo por eles, mas, ao mesmo tempo, sofreu com o colorismo por ter a pele clara. Ela reconhece que o relacionamento inter-racial ainda é uma questão nos Estados Unidos, mas isso não a afeta. “Para mim, não faz diferença”, disse sobre negros namorando com brancos.

Terry Crews e Brasil

Outro destaque do disco é “Stay High“, single que ganhou um clipe com Terry Crews. No vídeo, o ator aparece cantando e dançando enquanto volta para a casa depois do trabalho.

Brittany Howard explicou que desde que teve a ideia para o clipe, Crews era o protagonista que ela tinha em mente. “Tinha que ser o Terry Crews”, afirmou. “Ele representa a masculinidade, a força, e, ao mesmo tempo, a gentileza”, continuou. “Lembra muito o meu pai.”

Atração do Lollapalooza Brasil em 2013 e 2016, com o Alabama Shakes, Brittany Howard quer muito voltar ao país no próximo ano. “Eu amo o Brasil, quero voltar para sair e dançar muito”, antecipou a cantora.