Integrantes do BTS não serão dispensados do serviço militar obrigatório

  • Por Jovem Pan
  • 21/11/2019 07h38
Big Hit EntertainmentIntegrantes do BTS não serão isentos de serviço militar

Os membros do BTS e outras estrelas coreanas não serão dispensados do serviço militar obrigatório da Coreia do Sul. A informação, de acordo com a Billboard, foi confirmada por um oficial do governo.

“No caso do BTS, eu pessoalmente queria que pudéssemos permitir exceções, mas o Ministério Nacional de Defesa está inclinado a diminuir [as exceções]”, afirmou o Ministro da Cultura Parl Yan-Woo durante evento da UNESCO.

Todos os homens aptos na Coreia do Sul são convocados a servir no exército durante, em média, dois anos. A norma veio devido às tensões com o país vizinho, a Coreia do Norte.

O integrante mais velho do BTS, Jin, deve se alistar em breve, já que vai completar 28 anos em dezembro de 2020 – idade limite para um cidadão coreano cumprir o serviço.

Uma força-tarefa do governo foi montada para investigar se o prestígio artístico, como a ascensão histórica do BTS e os recordes quebrados, valeriam uma dispensa, similar a atletas e artistas clássicos que se destacam em plataformas globais.

“Diferentemente das artes clássicas e esportes, é difícil estabelecer critérios de seleção na cultura pop, o que torna complicado institucionalizar um sistema de dispensa”, completou Park.

Nesta quinta-feira (21), a administração militar da Coreia do Sul confirmou que não haverá dispensa. “Nós decidimos não isentar do serviço militar, considerando a posição governamental de manter a justiça e limitar as exceções devido ao baixo número de contingente.”