Ed Sheeran faz piada com namorados e anima público de SP com sucessos

  • Por Manu Trizi/Jovem Pan
  • 14/02/2019 07h27
Reprodução/FacebookEd Sheeran levantou o público de São Paulo no Allianz Parque

Pontualmente às 21 horas, Ed Sheeran subiu ao palco do Allianz Parque, em São Paulo. Com a música “Castle on the Hill”, o cantor inglês de 27 anos deu início ao primeiro show da perna sul-americana da turnê Divide, que já esteve por aqui em 2017. Muito animado, Sheeran anunciou que esta era sua primeira apresentação depois de três meses.

Acompanhado apenas de seus violões e um pedal de looping criado sob medida para ele, Ed Sheeran construía cada canção bem à vista de seus fãs. Ed logo tratou de contar uma história engraçada. “Vou contar pra vocês sobre o público do meu show: 98% canta muito, dança e sabe todas as letras. Mas tem aqueles 2% que demoram um pouco mais para se envolver. 1% são os namorados que não queriam estar aqui, que vieram acompanhar seus amores, mas não ligam muito pra mim ou pras minhas canções”, explicou, dando alguns exemplos típicos, citando até sua participação em “Game Of Thrones” e levando a multidão à risada.

Ele continua: “O outro 1% são os super pais. Eles ficam ali, de braços cruzados apenas olhando e protegendo seus filhos. Meu pai mesmo fazia isso! Meu ponto é, namorados e super pais, por mais que vocês preferiam não se envolver, eu prometo que se vocês tentarem, não vão se arrepender.”

Como toda regra tem sua exceção, muitos namorados e pais também estavam curtindo. É o caso de Felipe Gonçalves Cunha, 19 anos, que estava agarradinho com a namorada Nicole Bravo para curtir o show. “Aqui não tem essa, acho que eu gosto mais das músicas dele do que ela. Acompanho o Ed Sheeran desde quando ele se apresentou nos Jogos Olímpicos de Londres e é capaz de ser o contrário: eu precisar arrastar ela pro show.” Nessa família, até a mãe entra na dança. “De tanto ouvir as músicas no carro, acabei gostando e estou curtindo muito o show”, comentou Kátia Gonçalves, mãe de Felipe.

O estádio se conectou a Sheeran e coro nas músicas seguintes foi mais forte em canções queridinhas do público cativo, como “A Team”, “Lego House”, “Give me Love” e “Perfect”. O cantor britânico comentou que esteve no país em 2015 e 2017 e que agora “todo mundo conhece melhor as músicas e está ainda mais animado”.

O talento de Ed Sheeran para construir as melodias apenas usando uma ferramenta de repetição de som parecia deixar todos fascinados com seus batuques, acordes e backing vocals sendo gravados e repetidos imediatamente, formando canções conhecidas praticamente do nada.

Um dos pontos altos dessa forma artesanal de se apresentar foi a execução de “I See Fire”. Ed começou com os acordes, mas engatou “Feeling Good”, de Nina Simone, e surpreendeu com sua delicadeza. Em seguida, a canção, que faz parte do filme “O Hobbit”, fez o estádio parar e cantar a plenos pulmões. Com luz baixa, o telão reproduzia cenas do filme e a plateia brilhava com incontáveis flashes tentando eternizar o momento.

Entre outros grandes sucessos e suas rimas ultra rápidas, Ed Sheeran voltou para o bis com a música mais ouvida no Spotify em 2017: “Shape of You”. Amanhã será realizado o segundo show em São Paulo e no dia 17, aniversário do cantor, ele se apresenta em Porto Alegre, fechando com chave de ouro esse trecho da turnê, que reuniu públicos recorde em diversas cidades pelo mundo.