Família de Cristiano Araújo se diz ‘arrasada’ com a morte de Gabriel Diniz: ‘Mais um’

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2019 15h44 - Atualizado em 27/05/2019 15h44
Reprodução/InstragramAraújo faleceu em 2015; ele também estava no auge da carreira

Familiares de Cristiano Araújo, cantor sertanejo que morreu em 2015 em um acidente de carro, usaram as redes sociais para lamentar a morte de outro ídolo da música jovem brasileira: Gabriel Diniz, vítima nesta segunda-feira (27) de um acidente aéreo.

“Meu Deus, o que está acontecendo com o nosso Brasil? Com os nossos jovens? Por que deixar isso acontecer com mais uma família? Não basta o tanto de jovens que perdem suas vidas no mundo do crime e mais um jovem no melhor momento da sua carreira, assim como aconteceu com meu filho, deixando tantas pessoas órfãs por esse Brasil – que já anda tão triste com tantas coisas ruins. Quantas vezes estivemos juntos em momentos tão alegres! Meu amigo, que você vá em paz e que Deus possa confortar sua família”, escreveu no Instagram como legenda de uma foto de Gabriel.

Felipe Araújo, irmão de Cristiano que também é cantor (intérprete de “Atrasadinha”), usou a mesma plataforma para lamentar a perda. “Estou arrasado com essa notícia. Meu Deus. Que Jesus te receba com um abraço de paz, meu irmão! Irei sempre lembrar da sua alegria, de nossas brincadeiras. Eu te amo pra sempre”, publicou.

Gabriel Diniz morreu no início da tarde. Ele era um dos tripulantes do avião de pequeno porte que caiu em um mangue no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe, no início da tarde. Conhecido especialmente pelo hit “Jenifer”, ele estava com 28 anos.

Cristiano Araújo, por sua vez, faleceu no dia 24 de junho de 2015 em um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. Ele voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, por volta das 3h30, quando o veículo em que estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou.

O artista chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu. A namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19 anos, morreu no mesmo acidente.