Morre Ginger Baker, baterista do Cream, aos 80 anos

Polêmico e inovador, o baterista do Cream era conhecido por sua técnica e pelas confusões fora do palco

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2019 11h45
EFE/EPA/STEVE POPEGinger Baker morreu na manhã deste domingo (6)

O músico Ginger Baker, icônico baterista do Cream, morreu neste domingo (6), aos 80 anos de idade. Ele era considerado um dos bateristas mais influentes da história do rock.

Baker foi internado no fim de setembro após ficar “muito doente”, segundo informações oficiais. Um comunicado postado em sua conta no Twitter diz que ele morreu no hospital nesta manhã.

Ginger Baker ficou famoso ao tocar no Cream, ao lado de Eric Clapton, e por ter um estilo inovador com as baquetas. O britânico também trabalhou com Fela Kuti e Blind Faith.

Fora dos palcos, o músico era conhecido pelo temperamento difícil. Ele chegou a atacar um documentarista, quebrando seu nariz, e se envolvia em brigas com o colega de banda Jack Bruce.

Baker também criticava abertamente o baterista Keith Moon, dos Rolling Stones. Para o músico, Moon não tinha estilo e apenas “batia” nas caixas.