Jay-Z diz que chorou de felicidade quando mãe se assumiu gay: “ela estava livre”

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2018 14h04
Reprodução

Depois de revelar a sexualidade da mãe no disco “4:44”, Jay-Z contou que realmente chorou de felicidade quando ela lhe contou que era gay. Em entrevista para David Letterman, o rapper contou que escreveu a música “Smile” no dia seguinte em que  a mãe se assumiu.

“Imagine viver sua vida como outra pessoa pensando que assim você está protegendo seus filhos. Para minha mãe, viver como outra pessoa era para não envergonhar a nós e quando ela se sentou comigo e me disse ‘eu acho que amo uma pessoa’, eu chorei, é verdade. Chorei de felicidade porque ela estava livre”, falou.

“Isso aconteceu 8 meses atrás quando estava produzindo o disco. Eu fiz ‘Smile’ no dia seguinte. Eu sabia da sexualidade dela, mas essa era a primeira vez que tínhamos essa conversa e que eu ouvia ela dizer que amava sua parceira”, continuou.

Em “Smile”, Gloria Carter aparece recitando: “vivendo na sombra. Você pode imaginar que tipo de vida é essa? Vivendo duas vidas, feliz, mas não livre”.

O trecho da entrevista pode ser visto abaixo: