Katy Perry é acusada de plágio e associada a magia negra por rapper cristão

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2014 14h30
Divulgação

Katy Perry está sendo acusada de plágio pelo rapper cristão Marcus T Gray, mais conhecido como Flame. O cantor levou a acusação à justiça americana por afirmar que “Dark Horse” é uma cópia da música “Joyful Noise” do artista, usando a mesma batida e a mesma melodia.

Ele ainda diz no processo judicial que sua música foi “irreparavelmente manchada por associação com bruxaria, paganismo, magia negra e referências aos Illuminati” que Katy teria introduzido na sua versão.

Os produtores de “Joyful Noise” assinaram a ação junto com Flame e pediram que a cantora seja proibida de usar a música, além de uma reparação financeira.

Ouça a comparação entre as duas músicas e tire suas próprias conclusões.

Esta não é a primeira vez que Katy enfrenta acusações de plágio. Com o primeiro single do álbum “Prism” foi a mesma coisa. “Roar” foi comparada à canção “Brave”, de Sara Bareilles, mas nenhum processo foi lançado. Muito pelo contrário, Sara até cantou a música com Katy em um evento beneficente em Hollywood no ano passado, como pode ser visto no vídeo do YouTube abaixo.

Alguém mais quer confete?