Katy Perry volta a falar sobre rixa com Taylor Swift: "eu não sou um Buda"

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2017 13h24
Reprodução<p>Katy Perry e Taylor Swift estão em "guerrinha particular"</p>

Katy Perry voltou a falar sobre a rixa entre ela e Taylor Swift, dessa vez em entrevista à revista “NME”, nesta quinta-feira (8). A californiana, que está divulgando o disco “Witness”, disse que não é Buda para aguentar indiretas e que ficou irritada com a repercussão de “Bad Blood”, single de Swift direcionado a ela.

“Sabe, eu não sou Buda. As coisas me irritam. Eu gostaria de poder dar o outro lado da cara sempre, mas também não sou uma bobona. Especialmente quando alguém tenta assassinar meu personagem para garotinhas (suas fãs). Isso é muito errado!”, desabafou.

Perry teve que ver ainda o seu parceiro se longa data, Max Martin, ser um dos produtores da música que falava exatamente sobre ela. A cantora defendeu o produtor, afirmando que ele não sabia sobre quem se tratava.

“Não posso falar por ele, mas ele não sabia (sobre quem era ‘Bad Blood’). E eu não estou aqui para dizê-lo o que ele pode ou não fazer. Sou muito justa. Não sou dessas pessoas que ficam tipo ‘você não pode fazer isso, porque não gosto dessa pessoa’. Você faz o seu, toma suas próprias decisões. Eu amo o Max. Trabalhei com ele minha carreira inteira. Não sou sua mãe, e ele já estava bem antes de eu conhecê-lo, sabe o que estou dizendo? Ele vai continuar bem”, explicou.

Em resposta a “Bad Blood”, Katy lançou a faixa “Swish Swish” nesse ano e mesmo não assumindo ser uma indireta para a rival, os fãs sabem que o alvo foi a loira. A letra foi tão certeira que a atriz Ruby Rose soltou o verbo contra Perry, afirmando que o álbum “Witness” seria um fracasso.