Lauren Jauregui faz comentário sobre pedofilia na igreja e causa polêmica

  • Por Jovem Pan
  • 10/07/2017 10h11
Reprodução

Lauren Jauregui já é conhecida por ter opiniões fortes e ser uma grande defensora da causa LGBTQ. No último domingo (9), a integrante do Fifth Harmony criticou a igreja católica por fazer discurso contra o homossexualismo, sendo que há diversos casos de corrupção dentro da instituição.

“Eu vou precisar que os Católicos parem de apresentar discursos anti-gay com o tanto de pedofilia acontecendo por trás das cortinas durante anos”, escreveu.

Claro que muita gente não gostou do envolvimento religiosa com a questão de homofobia. A cantora Lisa Cimorelli, por exemplo, criticou a generalização feita por Jauregui, já que há mais de 1,2 bilhões de católicos no mundo e nem todos toleram a pedofilia nas igrejas.

“Que maneira de colocar um sétimo da população numa caixa. Há mais de 1.2 bilhões de católicos no mundo e você realmente está sugerindo que todos ‘toleram pedofilia’. Uma baita generalização”, respondeu. “Concordo que a pedofilia é extremamente errada e definitivamente precisa de medidas fortes contra. Eu não vejo o que isso tem a ver com homofobia”, completou.

A bela do Fifth Harmony então tentou se explicar e disse que nada foi feito para combater essa prática nas instituições religiosas.

“Eu sei, eu cresci católica. E ao mesmo tempo que sei que as pessoas geralmente não toleram a pedofilia publicamente, eu posso com certeza dizer que nada foi feito sobre isso”, concluiu.