Ingressos já vendidos para o Lollapalooza não terão reembolso

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2020 13h35
EMERSON SANTOS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOLollapalooza Brasil foi remarcado para 4, 5 e 6 de dezembro

A produtora Time For Fun anunciou que os clientes que já compraram ingressos para o Lollapalooza Brasil deste ano não terão direito a reembolso. O festival foi remarcado para os dias 4, 5 e 6 de dezembro por conta da pandemia do novo coronavírus.

Segundo comunicado, os ingressos continuam válidos para as novas datas do festival. Mas os clientes que não puderem ou não quiserem mais ir ao evento não terão o dinheiro de volta. O valor será revertido em créditos que poderão ser utilizados em outros shows promovidos pela produtora por 12 meses.

A Time For Fun justifica a decisão com a Medida Provisória nº 948, que dispõe sobre o cancelamento de serviços, de reservas e de eventos dos setores de turismo e cultura por causa da pandemia.

A MP diz que “o prestador de serviços ou a sociedade empresária não serão obrigados a reembolsar os valores pagos pelo consumidor, desde que assegurem a remarcação dos serviços, das reservas e dos eventos cancelados; a disponibilização de crédito para uso ou abatimento na compra de outros serviços, reservas e eventos, disponíveis nas respectivas empresas; ou outro acordo a ser formalizado com o consumidor.”

Os clientes que não forem mais ao Lollapalooza deverão devolver a pulseira que serve como ingresso, caso já tenham recebido, e preencher este formulário para ter direito aos créditos.

Quem ainda for ao festival poderá utilizar a mesma pulseira já recebida. Os clientes que não receberam o ingresso devem aguardar a retomada das entregas e a reabertura da bilheteria oficial, ainda sem previsão.

Além das novas datas do Lollapalooza, a Time For Fun confirmou os shows dos headliners Travis Scott, Guns N’ Roses e The Strokes. O resto do lineup, no entanto, ainda será divulgado.