Mãe da Kesha explica decisão de juiz: Dr. Luke tem que aprovar tudo

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2016 18h14
Reprodução/Youtube;Reprodução

No último mês de fevereiro, Kesha perdeu a primeira batalha contra Dr. Luke, quando o juiz da audiência disse que a cantora poderia trabalhar sem o envolvimento direto do produtor, mas ele ainda terá participação nos lucros dela. Para a mãe da cantora, a decisão não passa de uma grande lorota. “Ele tem a palavra final em tudo”, disse.

Em entrevista à “Billboard”, ela ainda contou como era o dia-a-dia de Kesha com Dr. Luke. “Era como alguém que te bate diariamente e te pendura por uma corrente, e depois vem e te dá um pedaço de pão. Luke diria ‘você está bonita hoje’ e isso a deixaria histérica de felicidade, porque ela estava programada para não esperar nada além de abuso”, afirma Pete Sebert.

Ela, que foi baixista da banda Runaways, ainda falou sobre o abuso do qual ela sofreu pelo empresário Kim Fowley, em 1975. “Kesha está fazendo a diferença. Se isso não tivesse vindo à tona, eu não teria me aberto”, disse Pete.

“Eu queria que ela seguisse em frente há muito tempo, e terminasse essa relação com Dr. Luke imediatamente após o estupro. Mas se ela quisesse ter algum espaço no mundo da música, ela não tinha escolha [a não ser ficar com ele]”, acrescentou a mãe de Kesha.