Músicas de Lady Gaga e Ariana Grande entram em lista de ‘letras ofensivas’ em Cingapura

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 13h32 - Atualizado em 02/04/2019 13h33
ReproduçãoMaterial diz que artistas apresentam "discurso de ódio" no tratamento a religiões

Não é novidade que as músicas de Lady Gaga e Ariana Grande estão presentes no mundo todo. Nesta segunda-feira (1º), porém, apareceram em um espaço diferente dos que estão acostumadas: em uma lista de “letras ofensivas” divulgada por membros do parlamento da conservadora Cingapura. Os hits selecionados ali foram “Judas” e “God is a Woman”.

O material faz parte de um comunicado do ministro de Assuntos Internos sobre “discurso de ódio”. Ele foi criado quase um mês depois de um show do grupo sueco de black metal Watain ser proibido devido a preocupações com seu histórico de “denegrir religiões e promover a violência”. O país asiático controla rigidamente a liberdade de expressão e a mídia, especialmente quando se trata de raça e religião.

Além das estrelas do pop, aparecem na lista também Heresy, do Nine Inch Nails, e Take me to the Church, do Hozier.

*Com Estadão Conteúdo