Nana Caymmi defende Bolsonaro e ataca Chico, Gil e Caetano

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2019 18h25
MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO CONTEÚDONana Caymmi criticou Gilberto Gil, Caetano Veloso e Chico Buarque

A cantora Nana Caymmi defendeu o presidente Jair Bolsonaro e atacou Chico Buarque, Gilberto Gil e Caetano Veloso. Em entrevista à Folha de S.Paulo, ela afirmou que os cantores são “chupadores de pau de Lula“.

“É injusto não dar a esse homem um crédito de confiança. Um homem que estava fodido, esfaqueado, correndo pra fazer um ministério, sem noção da mutreta toda… Só de tirar PMDB e PT já é uma garantia de que a vida vai melhorar”, disse a cantora sobre Bolsonaro, em quem votou no segundo turno das eleições de 2018.

Ela não acredita que os militares vão tomar o poder no governo. “Agora vêm dizer que os militares vão tomar conta? Isso é conversa de comunista. Gil, Caetano, Chico Buarque. Tudo chupador de pau de Lula. Então, vão pro Paraná fazer companhia a ele. Eu não me importo”, afirmou.

Contra o PT, Nana usou seu estado, a Bahia, como exemplo. “Bahia não tem nada, é PT”, afirmou, lembrando que o partido está no governo baiano há 12 anos. Atualmente, o governador é Rui Costa.

A cantora disse ter medo do futuro do país. “Tenho medo do futuro dos meus netos e bisnetos. Pensar no Brasil não é comprar carro novo, apartamento com vista pro mar, o último celular da Apple, a última roupa do Givenchy. Fico muito triste.”

Nana Caymmi também chamou o ex-marido, Gilberto Gil, de “maluco” por gostar mais do palco do que do estúdio. “Gil é maluco, adora aparecer. Se pudesse, dormia no palco”, afirmou.

Ela disse que está na hora de Gil parar de cantar pois está “cantando há séculos e aos gritos”. “Eu falei: ‘Gil, não grita’, ‘Gil, não grita’. Mas conselho não se dá”, reclamou. “Por que Caetano tem a voz que tem, a mesma desde que nasceu entre as pernas de dona Canô? Não há possibilidade de ele dar um grito. Só dá grito quando ele tá furioso com a Paula [Lavigne] ou se é pra falar de jornalista”, comparou Nana.