“Não há espaço”, diz Tinashe sobre racismo na indústria da música

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2015 15h21
Reprodução/Instagram

Conhecida como uma das maiores revelações do R&B de 2015, Tinashe vem mostrando que será do tipo de artista que fala o que realmente pensa em entrevistas. Para o site “xoNecole”, por exemplo, ela falou sobre o racismo na indústria da música e desabafou: “é esquisito”.

“As pessoas acham que deve haver apenas um espaço [para uma negra]. Tem a Beyoncé, a Rihanna, a Zendaya, a Jourdan Dunn. Há uma garota negra em todas estas posições e não precisamos de mais uma”, disse a cantora. Um de seus maiores sucessos foi “All Hands On Deck” (assista ao clipe abaixo).

“É ridículo porque há centenas de loiras, atrizes brancas e mulheres no papel principal. Há centenas de rappers que se vestem igual, soam igual e ninguém liga. Mas por alguma razão, quando falamos de jovens mulheres, eles querem nos colocar umas contra as outras. Não há espaço [para todas nós]. Não pode haver cinco garotas negras vencedoras. É esquisito”, acrescentou a cantora.

Seu segundo álbum, batizado “Joyride”, será lançado em 2016. No time de produtores, estão grandes nomes como Dr. Luke e Max Martin.