Negra Li vai prestar queixa contra ataques racistas: "já tenho todos os dados"

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2016 16h44
Reprodução/ Instagram

Depois de ser vítima de ataques racistas, Negra Li revelou que vai prestar queixa sobre o caso na Delegacia de Repreensão a Crimes de Informática em São Paulo. Na última segunda-feira (04), o site oficial da cantora foi hackeado e o conteúdo foi substituído por frases e fotos racistas.

Durante o “Encontro com Fátima Bernardes” nesta quinta-feira (07), a cantora falou sobre os ataques e as vezes em que já sofreu preconceito. “Estou super bem, porque não é uma novidade em minha vida passar por preconceito racial. Eu sempre sofri preconceito. Eu vou fazer B.O. ainda, porque essa semana foi supercorrida”, declarou afirmando que já tem todos os dados necessários para prestar queixa.

Negra Li disse acreditar que os responsáveis pelo ataque estavam querendo chamar a atenção. “Parece que ele estava fazendo isso para aparecer, porque depois essa pessoa ligou para o meu empresário e ficou indignada porque ele não sabia quem ela era”, contou.

“Isso não me abala mais. Eu tive várias fases: quando criança eu chorava. Depois, adolescente, eu tinha muita raiva e colocava isso com todas as forças nas letras das minhas músicas. Agora que eu sou mãe dessa princesa (Sofia, de 6 anos), eu estou tranquila. Ela é superfirme naquilo que ela é”, concluiu.