Nicki Minaj dispara contra Travis Scott e Spotify por desempenho de “Queen”

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2018 08h51
Reprodução

Nicki Minaj não gostou nada em saber que não estreará na primeira colocação da Billboard 200. A rapper resolveu abrir sua metralhadora giratória contra Travis Scott, que mais uma vez aparecerá na ponta, além da mãe de sua filha, a socialite Kylie Jenner. A rapper também não poupou o Spotify, os acusando de boicota-la.

Com “Queen” aparecendo na segunda posição, Nicki acusou Scott de usar Jenner e sua filha para se promover, além de distribuir “Astroworld” juntamente com a venda de suas roupas.

“Eu coloquei meu sangue e lágrimas escrevendo um álbum só para Travis Scott ter Kylie Jenner postando para as pessoas irem à turnê verem ela e a Stormi (filha do casal). Estou rindo muito!”, tuitou.

“Eu fui olhar os números que os Carters, Kanye, Nas e outros lançamentos conseguiram recentemente. Travis vendeu 200K em sua primeira semana junto com sua coleção de roupas sozinho. Falei com ele ontem à noite e ele disse que está vendendo roupas com música. A Billboard disse que eles vão mudar as regras por causa disso, então isso deve ser mudado agora!”, desabafou.

Minaj apontou que o Spotify boicotou a divulgação de seu material em represália por ter liberado “Queen” dez minutos antes na Apple Music. De acordo com ela, os executivos da plataforma de streaming afirmaram que iam lhe “ensinar uma lição”.

“O Spotify colocou a cara do Drake em todas as playlists, mas me disse que eles teriam que me ensinar uma lição porque eu liberei meu álbum 10 minutos antes no #QueenRadio (projeto em parceria com a Apple Music). Mesmo que eles estejam dando minha música de graça há anos e eu sendo uma das melhores artistas do Spotify de todos os tempos”, acusou.

“O Spotify teve que me ensinar uma lição, mas recompensou um rapper que teve um programa de rádio da Apple por mais tempo (Drake); inadvertidamente ajudando a plataforma da Apple mais. Ah, eu mal posso esperar pelo #QueenRadio na terça-feira.. Eles tiraram minha promoção que haviam prometido para o 1º dia! / Minha música subiu na Apple, então eu toquei. Eu presumi que também já estava no Spotify e Tidal ao mesmo tempo. O Spotify disse que a Apple tuitou sugerindo que #Queen já estava disponível, portanto eles tiveram que me ensinar uma lição. Mas louvado seja a Deus!”, concluiu.

Só para lembrar, no VMA que acontece nesta segunda-feira (20), Minaj sentará à frente de Travis Scott e Kylie Jenner. Será que teremos uma torta de climão à caminho?