Nova trintona! Confira 7 motivos por que 2016 é "o" ano de Lady Gaga

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2016 14h58
Divulgação<p>Lady Gaga comemora 30 anos de vida e um dos melhores da carreira</p>

Em 2016, Lady Gaga completa 30 anos e oito desde que sua carreira estourou mundialmente com o hit “Just Dance”. Mas 2016 tem tudo para ser muito mais do que a garantia da entrada no “clube das trintonas”. Em apenas dois meses, ela se apresentou nos três dos eventos de maior audiência da televisão americana: o Oscar, o Grammy e o Super Bowl.

Assim, a Jovem Pan separou sete motivos pelos quais ela tem tudo para ser eleita a “Mulher do Ano” pelo segundo ano consecutivo:

1- Combo de Super shows

Para começar, como já foi citado, Gaga se apresentou no mesmo mês no Oscar (a música “Till it Happens to You”, indicada na categoria de Melhor Canção Original), no Grammy (um tributo de sete minutos a David Bowie) e no Super Bowl, quando cantou o hino nacional americano. Além da óbvia grandiosidade de fevereiro para a cantora, ela foi a primeira artista que conseguiu se apresentar nos três grandes eventos no mesmo mês.

2- Globo de Ouro

Após seu primeiro papel como protagonista, ao interpretar a Condessa da quinta temporada de “American Horror Story Hotel”, Gaga já se tornou uma atriz premiada. A personagem lhe rendeu o Globo de Ouro em 2016, na categoria de “Melhor atuação numa minissérie ou filme para televisão”. Na época, ela concedeu uma entrevista dizendo que sempre quis ser atriz, mas a música deu certo antes para ela.Coisa do passado, já que ela foi convidada para continuar no elenco para a sexta temporada da série

3- Tony Bennett pt.2

Após o sucesso de “Cheek do Cheek”, álbum que gravou em parceria com Tony Bennett, ela irá gravar um novo disco com o cantor. A colaboração, que foi um dos maiores sucessos da música em 2015, tem tudo para repetir a aprovação do público.  “Ela me ajudou e eu a ajudei fazendo o ‘Cheek to Cheek’. Ela dizendo o quanto gosta de mim para a plateia, todos se tornam meus fãs, todos aqueles adolescentes. Por outro lado, quando ela canta as lindas musicas do álbum, meus fãs dizem ‘não sabia que ela podia cantar assim’. Então nós dois nos ajudamos”, disse Tony ao confirmar a nova parceria.

4- Diane Warren pt.2

A música “Till it Happens to You”, feita com a compositora Diane Warren para o documentário “The Hunting Ground” (sobre os recorrentes casos de estupro nas universidades americanas), recebeu vários prêmios e, inclusive, foi indicada ao Oscar na categoria de Melhor Canção Original. E a parceria de sucesso irá se repetir no novo álbum de Lady Gaga, chamado provisoriamente de LG6, que promete ser um estrondo.

5- LG6

Apesar de poucas informações terem sido liberadas pela Mother Monster, tudo indica que o álbum sucessor de “ARTPOP” será lançado em 2016. Para o álbum, a cantora decidiu retomar a parceria com  o DJ White Shadow, o mesmo que co-produziu hits como “Born This Way”, “The Edge of Glory”, “Applause” e “Do What U Want”. Vale lembrar ainda que o processo criativo do disco contou com a colaboração de nomes como Diane Warren e Mark Ronson, além de RedOne. Este último, para quem não sabe, trabalhou com ela nos singles “Just Dance”, “Poker Face”, “Bad Romance”, “Alejandro” e “Judas”.

6- Casamento na Itália

Noiva de Taylor Kinney, ator e modelo americano, desde o começo de 2015, Lady Gaga deve oficiar a relação ainda este ano, segundo fortes boatos que circulam na imprensa. E, como se não é para causar a cantora nem vai, o casório irá ser realizado na Itália, com um show de ninguém menos que Tony Bennett, parceiro da cantora no álbum “Cheek do Cheek”.

7- Ícone de estilo

Embalada na boa fase da carreira de 2015, Lady Gaga aposentou os looks bizarros pelos quais ficou conhecida no começo da carreira (como o vestido feito de carne) e impressionou nos red carpets aos quais compareceu. Para 2016, ela já se tornou um ícone de estilo e suas produções são aguardadíssimas pela mídia e seus fãs.