Overdose de Demi Lovato foi causada por substância que matou Prince

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2018 10h02
Reprodução

Demi Lovato está na reabilitação após passar dias internada por conta de uma overdose no fim do mês de julho e nessa terça-feira (14), o site “TMZ” voltou a trazer detalhes da noite em que a cantora quase perdeu a sua vida.

De acordo com a publicação, a artista não sofreu uma overdose de heroína como foi previamente informado, mas sim de uma mistura substância oxicodona, analgésico duas vezes superior a morfina, com fentanil.

Fontes contaram que Demi estava em uma festa quando pediu a um traficante que trouxesse oxicodona. O informante disse que o fornecedor de Lovato tinha o costume de comprar drogas sujas do México e o material em questão parecia muito ser fentanil. A droga foi a mesma que tirou a vida do lendário Prince e mais recentemente do rapper Lil Peep.

O texto aponta que o traficante deixou a casa de Lovato após perceber que ela respirava pesadamente. O contato teria começado no mês de abril desse ano.

Demi cancelou toda a turnê “Tell Me You Love Me” para focar na sua reabilitação. Ela se apresentaria no Brasil no mês de novembro.