Paul McCartney participa de protesto contra armas e lembra morte de John Lennon

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2018 18h54
EFE/EPA/PETER FOLEY

Diversos artistas se envolveram com o movimento #MarchForOurLives, ato contra as armas de fogo nos Estados Unidos realizado nacionalmente neste sábado (24). Um deles foi Paul McCartney, presente na manifestação de Nova York. Em entrevista à imprensa local, o músico falou sobre a relevância que o evento tem para ele e aproveitou para lembrar da morte do também ex-Beatle John Lennon, assassinado em 8 de dezembro de 1980.

“Um dos meus melhores amigos morreu por causa da violência envolvendo armas por aqui. Isso é algo importante para mim”, declarou o britânico. Paul esteve no meio dos manifestantes com uma camiseta que levava os dizeres “we can end gun violence” (“nós podemos acabar com a violência de armas”, em tradução literal).

A capital Washington DC, por sua vez, recebeu uma série de shows. Demi Lovato, Miley Cyrus e Ariana Grande foram os destaques por lá. Veja tudo o que aconteceu neste link.