R. Kelly é indiciado por transmitir herpes para mulher

R. Kelly é acusado de ter feito sexo sem proteção com uma mulher e não a avisar que tinha uma doença sexualmente transmissível

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2019 17h30
EFER. Kelly enfrenta acusações de crimes sexuais nos Estados Unidos

O cantor R. Kelly foi indiciado por transmitir uma doença sexualmente transmissível para uma mulher após transar com ela sem proteção e sem avisar que tinha a doença.

A acusação foi feita por Faith Rodgers, que disse ter sido infectada por R. Kelly. A denúncia foi investigada pela polícia de Dallas, que decidiu não dar prosseguimento ao caso. A mulher, no entanto, prestou depoimento a agentes federais no começo do ano e seu caso foi incluído em um processo aberto em Nova York contra o cantor.

Segundo o site Bossip, promotores já avisaram aos advogados de Kelly que têm provas de que o cantor transmitiu uma doença para Rodgers. Eles alegam ter registros médicos de que o músico estava fazendo um tratamento recorrente contra a herpes.

R. Kelly segue detido esperando pelo julgamento. O cantor está enfrentando dois processos federais de crimes sexuais, além de outra acusação no estado de Illinois que pode deixá-lo na cadeia por 70 anos.