Selena Gomez diz que não se achava boa cantora até o álbum “Revival”

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2016 15h35
Divulgação<p>Selena Gomez abriu o jogo sobre sua carreira como cantora</p>

No segundo semestre de 2015, Selena Gomez lançou “Revival”, seu quinto álbum de estúdio e segundo da carreira solo. Aclamada pela crítica no disco, a cantora revelou em entrevista que não se considerava uma cantora tão boa assim até então. “Sempre pensei ‘ok, se não consigo alcançar essa nota, não sou uma boa cantora, se não consigo cantar esse tipo de música, não devo ser uma grande cantora’, e eu tinha entendido tudo errado”, disse Selena para o site “4Music”.

“Não estava nem remotamente confiante o suficiente para perceber que isso não tem nada a ver com música”, acrescentou a cantora. “E eu sou 100% uma artista pop, mas queria que tivesse um significado por trás disso”.

Na entrevista, ela ainda falou sobre a importância de “Revival”, que serviu quase literalmente como seu renascimento pessoal e profissional. Para o começo desse novo ciclo em sua carreira, inclusive, ela cortou seus vínculos com a Disney, assinando com uma nova gravadora e empresários.

“Todo mundo tem uma opinião sobre como minha vida era e meu trabalho começou a desaparecer. Minha vida pessoal estava se tornando o foco e esse nunca foi meu plano, nunca”, comentou a cantora. “Isso me forçou a juntar meus trapos. Precisava dizer algo, porque estava sentindo muito e não podia dar a essa gente a satisfação de não fazerem ideia de como eu estava. Era isso que eu queria que fosse o ‘Revival’”.