Seu Jorge conta caso de racismo: "ele achou que o carrinho da minha filha era de lixo"; assista

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2015 15h15
Divulgação

De origem humilde, Seu Jorge passou por bons bocados até alcançar uma carreira de sucesso e bem consolidada no mercado musical, há cerca de 15 anos.

O que o cantor não imaginava era passar por uma situação um tanto triste em uma de suas viagens ao exterior. Ele contou história impressionante durante o programa Pânico desta quinta-feira (20). Enquanto passeava com sua filha, na Itália, ele viu uma loja de instrumentos antigos e ao tentar se aproximar, o vendedor não permitiu sua entrada.

“Eu fiquei durante um tempo falando para ele que queria entrar e ele não entendia, questionava o porquê, eu respondia que queria comprar, até que acabou aceitando. Quando virei o carrinho da minha filha para entrar, ele voltou a impedir, e eu dizia ‘é a minha filha, é o carrinho da minha filha’ e ele disse ter achado que era de lixo. Ali eu percebi o que estava acontecendo”, disse o cantor.

“Quando entrei, fiz questão de escolher um instrumento. Depois de pagar, o quebrei na frente da loja. Lá é diferente do Brasil, na Europa qualquer negro, por exemplo, é considerado Africano”, completou.

Assista no vídeo: