Taylor Swift é processada por ex-radialista acusado de assédio sexual

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2015 14h41
Reprodução/Instagram<p>Taylor Swift é processada por ex-radialista</p>

Apesar de estar na turnê mais lucrativa de sua carreira, ter ganhado recentemente seu primeiro Emmy e estar namorando com Calvin Harris, a vida não está fácil nem mesmo para Taylor Swift. Segundo informações do “The Denver Post” um ex-radialista, que foi demitido após ser acusado de ter assediado sexualmente a cantora, decidiu processá-la pela, de acordo com ele, injustiça pela que passou.

O incidente ocorreu no dia 2 de junho de 2013, quando David Muller havia ido com a namorada a um show da cantora. Nos bastidores, ele e a namorada foram tirar uma foto com Taylor e, na hora do flash, ele teria agarrado o bumbum da cantora. Depois da foto, um dos seguranças de Taylor expulsou o casal da apresentação.

Então, Muller perdeu seu emprego dois dias depois e, pelo que ele relata no processo, o motivo teria sido o assédio a Taylor Swift.

Segundo David, ele nunca tocou em Taylor de maneira inapropriada e, com dezenas de grandes artistas que conheceu em sua carreira, nunca havia passado por nada parecido. Ainda de acordo com ele, além de perder seu emprego, outras oportunidades de trabalho foram descartadas por causa do incidente.