Taylor Swift comenta tretas com Kanye West e diz que ele é ‘duas caras’

Em entrevista à revista ‘Rolling Stone’, Taylor Swift diz que desistiu de Kanye West após polêmica com a música ‘Famous’

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2019 17h49
Reprodução/MTVKanye West e Taylor Swift tentaram fazer as pazes no VMA

Taylor Swift comentou os problemas que teve com Kanye West em uma entrevista à edição americana da revista Rolling Stone. A cantora falou sobre as tretas nas edições de 2009 e 2015 do VMA e a polêmica da música “Famous”.

Na entrevista, a cantora falou que desistiu de manter uma amizade com o rapper. Ela acreditou que as desavenças entre eles tinham ficado para trás. “Eu pensei que a gente tinha se reconectado, o que foi ótimo para mim porque era tudo que eu queria, que ele me respeitasse depois do que aconteceu em 2009”, afirmou.

No VMA de 2009, Kanye West interrompeu um discurso de Taylor Swift para dizer que Beyoncé deveria ter vencido o prêmio que ela ganhou. Depois, eles começaram a se entender e até saíram para jantar. “Parecia que eu estava curando um trauma de infância ou algo que aconteceu quando eu tinha 19 anos”, explicou.

A relação voltou a fica estremecida em 2015, quando West recebeu o Video Vanguard Award no VMA daquele ano. Ele convidou Taylor Swift para entregar o troféu, mas, no meio do discurso, disse que tudo foi uma ideia da MTV para atrair audiência.

“Eu fiquei muito empolgada que ele me convidou”, relatou a cantora. “Eu escrevi o discurso, aí fomos para o VMA, eu li o discurso, e ele falou ‘a MTV trouxe a Taylor Swift aqui para ter audiência’. Eu estava na plateia abraçado com a esposa dele [Kim Kardashian] e senti um arrepio”, contou.

“Eu percebi que ele é duas caras. Ele quer ser legal comigo nos bastidores, mas quer parecer durão, subir no palco e falar besteira. Eu fiquei muito triste”, desabafou a artista.

A grande briga, no entanto, aconteceu em 2016, quando Kanye escreveu um verso na música “Famous” dizendo que poderia transar com Taylor Swift porque a fez famosa.

Depois de se mostrar indignada com a música, Taylor foi exposta por Kim Kardashian, que revelou que a cantora sabia antes sobre o verso e autorizou o rapper a lançar a música mesmo assim.

“O mundo não entende o contexto e os eventos que causaram isso”, disse. “Porque nada acontece sem motivo. Coisas aconteceram para eu ficar triste quando o Kanye West me chamou de p***”, explicou. Para ela, essa foi a gota d’água. “Eu cansei. Se você quer ficar de mal, vamos ficar de mal, mas seja sincero”, disse.

Taylor Swift está promovendo o álbum “Lover”, que ela lançou em agosto. Nesta terça-feira (17), a cantora anunciou uma turnê para 2020, que passará por São Paulo no dia 18 de julho.