TMZ: Demi enfrentava recaídas "há semanas" e overdose "não surpreendeu" amigos

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2018 09h06
Reprodução/Instagram

O tabloide norte-americano especializado em celebridades TMZ continua fazendo uma cobertura intensa do caso Demi Lovato. Depois de noticiar a suposta overdose da cantora em primeira mão na terça-feira (24), eles publicaram nesta quarta (25) que ela, dependente de álcool e drogas, enfrentava recaídas em seu processo de recuperação já há algumas semanas, motivo pelo qual a hospitalização não surpreendeu tanto seus amigos mais próximos.

De acordo com a publicação, algumas fontes contaram que mesmo antes do lançamento de Sober, música em que confessou sua dificuldade em lidar a doença, ela tinha voltado com o uso de entorpecentes. “Os sinais foram ficando cada vez mais alarmantes com o passar dos dias e um amigo disse que sabia que ela estava em uma zona de perigo”, diz o texto.

Além disso, o que pode ter piorado a situação foi uma briga que a estrela teria tido com o “coach” que estava auxiliando em seu tratamento. Aconteceu no início deste mês, época em que ela revelou a algumas pessoas que o profissional em questão a estava tratando mal.

Alguns detalhes do caso ainda seguem sem explicações. Inicialmente, por exemplo, o TMZ divulgou que havia sido uma overdose de heroína, mas a informação foi desmentida em seguida. Um representante da artista declarou apenas que ela está acordada ao lado de sua família e “respeitosamente” pediu por mais privacidade.