Tom DeLonge envia uma carta aos fãs explicando problemas do Blink-182

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2015 09h21
Divulgação

Os atritos entre os integrantes do Blink-182 têm se tornado cada vez mais chamativos, e nesta semana a briga se tornou pública. No que pareceu uma decisão unilateral, Travis Barker e Mark Hoppus anunciaram a saída de Tom DeLonge da banda, mas ele não levou o que aconteceu numa boa. Agora Tom publicou uma carta em seu Facebook contando o seu lado da história.

“No fim do dia, tudo isso me deixa muito triste. Triste por nós. Triste por você – que está testemunhando essa imaturidade. Eu os conheço muito bem, e suas ações atuais são de defesa e divisão. Acho que estão fazendo isso para se protegerem, para não sofrerem”, escreveu ele.

“Enquanto vejo eles agirem de forma tão diferente do que eu conheço deles, ainda me importo com eles. Como irmãos, como velhos amigos. Mas nossa relação foi envenenada. Nunca planejei desistir, mas acho difícil me comprometer”, complementou.

Tom também reclama da falta de comprometimento dos colegas, e disse que em 2012, durante a gravação do álbum Dogs Eating Dogs ele passou dois meses no estúdio, enquanto eles estiveram por lá durante apenas 11 dias. Mark e Travis, por sua vez, falaram em entrevista para a Rolling Stone que Tom se recusou a participar de uma gravação marcada para o mês de janeiro de 2015, e por isso foi oficialmente retirado da banda.