Vinny recusa convite do Faustão e abandona a música para investir na carreira de filósofo

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2018 09h14
Reprodução/Facebook

“Mexe a cadeira e bota na beira da sala / Mexe a cadeira agora bem na minha cara / Mexe a cadeira da maneira que te tara / Mexe a cadeira e perde a vergonha na cara”

Você provavelmente deve se lembrar desse hit que bombou nas festas dos anos 1990. Acontece que o responsável por ele, o cantor Vinny, anda bastante desaparecido da mídia. E isso não é à toa: o paulista resolveu recentemente abandonar a música para se dedicar à profissão de filósofo. Quem descobriu a informação foi o jornal Extra.

“Quando falo para as pessoas que não quero mais cantar, sinto que elas ficam surpresas e não acreditam nisso. Mas pra mim isso foi um período. Ganhei bastante dinheiro, fiquei bem financeiramente e mudei meus planos de vida. Esses dias, a produção do Faustão me ligou me convidando para participar do quadro Ding Dong, mas neguei, porque não me vejo fazendo mais isso. Eles insistiram muito, mas é uma coisa que faria forçado”, disse à publicação.

“Fiz o que tinha vontade há muito tempo. Tenho muito orgulho da minha nova profissão e tudo isso foi feito muito consistente. Sabia que uma hora a carreira de cantor entraria em queda. E como não fazia mais sentido pra mim, segui o meu desejo de estudar. Tanto é que agora entrarei na faculdade de Psicologia”, completou.