Nós estamos trabalhando para o título, diz carnavalesco da Beija-Flor

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2016 22h03

Beija-Flor trará enredo sobre o Marquês de Sapucaí

Beija-Flor trará enredo sobre o Marquês de Sapucaí

Com o enredo “Mineirinho Genial! Nova Lime – Cidade Natal. Marquês de Sapucaí – O Poeta Imortal”, a atual campeã do carioca se prepara para o Carnaval 2016. Na luta pelo bicampeonato, a Beija-Flor leva à Avenida a história de vida de Cândido José de Araújo Viana, o Marquês de Sapucaí.

Integrante da Comissão de Carnaval, André Cezari contou mais sobre o desfile da azul e branca de Nilópolis para Cris Santos, repórter da Jovem Pan. “Nós fazemos uma grande homenagem a um grande brasileiro, o Marquês de Sapucaí. Porque as pessoas pensam no Marquês de Sapucaí na passarela do samba, mas pouca gente sabe quem foi”, disse.

“Ele praticamente passou pelas três Coroas, desde D. João VI ele já fazia parte da corte. Ele foi preceptor de Pedro I, depois também cuidou de Pedro II, das princesas e fora as coisas maravilhosas na economia e na política”, explicou André.

Na entrevista, Cezari ainda comentou a busca pelo novo título, que acontece todos os anos. “Nós estamos trabalhando para isso. Claro que sempre respeitando nossas co-irmãs, mas estamos sempre trabalhando para isso. Mas gente sempre deixa o futuro na mão de Deus”, explicou. “O importante para o artista é estar feliz no momento em que a escola entra na Avenida”, destacou.

Em relação à crise econômica, André Cezari ainda confirmou que foi financeiramente complicado montar o Carnaval. “Esse ano faço 21 anos como profissional [do samba]. Desde lá como aderecista, como decorador, figurinista e projetista, até me tornar carnavalesco. Realmente nunca vi um Carnaval tão difícil, financeiramente. Claro que você trabalha com a criatividade, com ouros materiais que possam ser mais acessíveis, mas está muito difícil”.

“É o momento da escola bater no peito e dizer ‘nós estamos entrando na Avenida seja da forma que for’”, disse o carnavalesco.