Nova greve dos roteiristas dos EUA pode afetar produção de séries e filmes

  • Por Adriano Sarafim/Jovem Pan
  • 25/04/2017 14h46
Greve dos roteiristas dos EUA pode afetar produção de séries e filmes

O Sindicato dos Roteiristas dos Estados Unidos deve entrar em greve no próximo dia 2 de maio, após 96% dos seus membros concordarem em bater de frente com os estúdios. Se um acordo não for alcançado junto da Associação de Produtores de Cinema e Televisão, diversas séries e produções cinematográficas sofrerão, assim como aconteceu no ano de 2007.

Naquele ano, 90% dos membros do sindicato aderiram à paralisação, e o prejuízo dos estúdios foi de US$ 287 milhões. Em nota divulgada, a associação relembrou a crise de 10 anos atrás e prometeu lutar por um bom acordo entre as partes.

“A greve de 2007 prejudicou a todos. Os roteiristas perderam mais de US$ 287 milhões em compensações que nunca foram recuperadas, contratos foram cancelados e muitos roteiristas precisaram de empréstimos antes do fim da paralisação”.

As reinvindicações do sindicato giram em torno do aumento do salário mínimo e nas taxas por roteiro. Eles alegam mudanças na forma de produção das séries de TV com a popularização dos serviços de streaming e YouTube. Os roteiristas desejam que haja paridade nas estruturas de pagamentos para programas de TV a cabo e de vídeos streaming.

Os estúdios se recusam a aceitar os pedidos dos funcionários, alegando que as pessoas não assistem mais aos comerciais de TV e que o número de visitantes nos cinemas não cresceu. O sindicato rebate, afirmando que a indústria cinematográfica ganhou US$ 51 bilhões apenas no último ano.

Uma grande diferença em relação aos últimos anos é que o número de produções cresceu, mas elas também diminuíram pela metade o número de episódios por temporada. Supernatural, por exemplo conta com 22 episódios por ano. Já as produções da Netflix são fechadas com 13 capítulos por temporada.

Isso obriga os roteiristas a trabalharem mais para conseguirem manter os mesmo ganhos de quando as séries contavam com mais episódios.

Quem foi prejudicado em 2007?

Há 10 anos, os roteiristas pararam os seus trabalhos por 100 dias, ficando paralisados de 5 de novembro a 12 de fevereiro de 2008. Diversas séries tiveram suas temporadas encurtadas, enquanto outras precisaram ser adiadas até que o impasse fosse resolvido.

Produções como Breaking Bad, que estreou a sua primeira temporada exatamente naquele ano, contou com apenas sete episódios por causa da greve. Com a crise controlada, da 2ª a 4ª temporada os fãs tiveram a chance de ver 13 episódios por ano. A quinta e última foram mais além, levando 16 episódios para a sua conclusão.

Lost, Prison Break e Supernatural, conhecidas por contarem com um número elevado de capítulos por temporada, precisaram encurtar as produções para não verem seus shows afetados.

Quem pode e quem não será afetado em 2017?

Caso a greve se consolide realmente, muitas séries sofrerão com a paralização dos roteiristas. As mais relevantes são a oitava temporada de The Walking Dead, o segundo ano de Westworld, Demolidor, Inumanos, American Horror Story, American Crime Story e The Big Bang Theory.

As produções que já estão passando por seus ajustes finais serão lançadas sem nenhum problema, assim como programas não roteirizados como reality shows, competições e game shows. As novas temporadas de Game Of Thrones, Stranger Things e Orange Is The New Black serão exibidas em sua totalidade.

Confira séries que estão a salvo dos efeitos da greve:

Game of Thrones (7ª temporada)

Defensores (1ª temporada)

Justiceiro (1ª temporada)

Orphan Black (5ª e última temporada)

American Gods (1ª temporada)

Stranger Things (2ª temporada)

The Leftovers (3ª e última temporada)

Veep (6ª temporada)

Silicon Valley (4ª temporada)

Orange is the New Black (5ª temporada)

Sense8 (2ª temporada)

Master of None (2ª temporada)

Twin Peaks (3ª temporada)

Bloodline (3ª e última temporada)

Fear the Walking Dead (3ª temporada)

Séries estrangeiras, incluindo britânicas (não submetidas ao Sindicato norte-americano)

Veja quais séries serão afetadas pela greve:

Inumanos

Westworld

The Walking Dead

This is Us

American Horror Story

American Crime Story

Saturday Night Live

The Big Bang Theory

Arrow

Flash

Supergirl

Legends of Tomorrow

Jessica Jones

Demolidor

Last Week Tonight with John Oliver

Tonight Show, Late Show, Late Night, Conan, Late Late Show etc.

Praticamente todas as séries do Fall Season 2017/2018.