“O Carnaval de São Paulo merece um espetáculo”, diz carnavalesco de Itaquera

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2015 19h54

Leandro de Itquera promete um espetáculo para o Carnaval 2016

Leandro de Itquera

Com 33 anos de história a Leandro de Itaquera é mais uma das escolas de samba tradicionais do Carnaval de São Paulo que está no grupo de acesso. Rodrigo Cadete, carnavalesco encarregado de levar a escola para o Grupo Especial, conversou com a Jovem Pan sobre as expectativas para o Carnaval 2016, que não são poucas.

Com o enredo sobre o centenário do primeiro samba e a ala das baianas, a escola promete. “Um trabalho com o intuito de levar essa escola tão tradicional para o Carnaval de São Paulo à elite do samba, ao Grupo Especial. Esse é o nosso trabalho, é essa a nossa intenção. E falando de um enredo tão tradicional quanto a própria escola. Vamos falar do centenário da gravação do primeiro samba”, disse.

Apesar do tema riquíssimo, criar o enredo não foi tão fácil. Aliás, segundo o próprio Rodrigo disse, a amplitude do assunto escolhido poderia até representar uma dificuldade.

“Realmente fazer um enredo tão rico com tanta coisa para ser contada, uma cultura tão grande para ser mostrada apenas com quatro alegorias e dezessete alas não é fácil. É um enredo que permite um leque de possibilidade e uma história lindíssima a ser contada porque nós estamos falando de mulheres guerreiras e mulheres que surgem através da sua força, da sua tradição e da sua religiosidade desde a África”, explicou.

“O grupo de acesso está uma maravilha. Grandes escolas, a maioria delas escolas tradicionais que já passaram pelo grupo especial. Escolas tradicionais que têm aí um nome e uma tradição. Então esse grupo de acesso não é fácil. Então fazer um Carnaval no grupo de acesso hoje, além de ser uma honra, é uma responsabilidade muito grande”, acrescentou o carnavalesco.

E, mesmo com o desafio, ele garante o sucesso da Leandro de Itaquera: “quem conhece a comunidade itaquerense sabe do que eu estou falando. Aquele chão tem favor, tem um carisma”. “O Carnaval de São Paulo merece um espetáculo” acrescentou.