“O nosso azul e branco é de Maria no samba”, diz carnavalesco da Águia de Ouro

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2016 21h56

Águia de Ouro prepara desfile de arrasar para a passarela do samba

Águia de Ouro

Quarta colocada no Carnaval 2015, a Águia de Ouro promete brigar pelo título movida pela fé. A tradicional escola de samba da Pompeia apresentará o enredo “Ave Maria cheia de faces”, desenvolvido pelos carnavalescos André Martins e Amarildo de Melo.

O próprio Amarildo recebeu Cris Santos, repórter da Jovem Pan, para falar sobre como foi trabalhar o conceito do próximo Carnaval.

“O enredo do Águia de Ouro é um enredo autoral, partiu de uma ideia do presidente de falar sobre Aparecida. E a gente meio que deu uma outra ideia de falar sobre Maria, a mãe de Jesus. Uma vez que achávamos que era muito pouco falar só de uma vertente de Mari, um dos nomes de Maria, que é a Aparecida. Então ‘Ave Maria Cheia de Faces’”, explica o carnavalesco.

“O pontapé inicial é os 300 anos dos festejos da aparição de Maria, que recebeu o nome de Aparecida, a mãe do Brasil”, contou Amarildo. “O enredo é um tributo à feminilidade e à maternidade através das Marias como um todo”, completou.

“A gente abordou também nesse enredo um tema muito discutido hoje que é o desrespeito com a mulher, a desumanidade e mostra que hoje, apesar do mundo achar-se moderno, é um mundo machista. Quando um mundo, que dizia-se das cavernas, tina as Marias mandando. E hoje, em um mundo que se acha tão moderno, sacrifica essas Marias, causa desigualdade e humilha”.

Uma curiosidade é que as cores de Maria, Nossa Senhora, são as mesmas cores da escola, azul e branco. Entretanto, o carnavalesco garantiu que foi coincidência: “Quando a gente fez o enredo a gente nem pensou nisso. Tivemos como ponto de partida a grande história que seria. Logo depois teve essa abordagem. O nosso azul e branco é de Maria no samba”, disse.

A Águia de Ouro será a terceira escola a passear pelo Anhembi na segunda noite de desfiles do Carnaval 2016 e trará pelo segundo ano a Rainha Cinthia Santos, a frente da bateria do mestre Juca.