O novo “Dirty Dancing” vai dar certo? 5 remakes que falharam (e 3 que acertaram)

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2017 17h44
O novo “Dirty Dancing” vai dar certo? 5 remakes que deixaram a desejar e 3 que acertaram - Reprodução

O remake de “Dirty Dancing” ganhou suas primeiras imagens (veja abaixo) nesta quinta-feira (06), divulgadas pelos atores responsáveis por reviverem o casal protagonista do clássico – Abigail Breslin, que será Baby, e Colt Prattes que viverá Johnny Castle.

Nas primeiras imagens, o novo casal aparece ensaiando a coreografia e o famoso passo de dança do filme. Produzido pela emissora americana ABC, o remake, que terá 3 horas de duração vai ao ar dia 24 de maio nos Estados Unidos.

Apesar da empolgação com as novas fotos, que se mostram bastante fieis à produção original, muitos são os receios para o remake de “Dirty Dancing” e eles não devem ser desconsiderados, afinal, o cinema tem um histórico de tentativas malsucedidas de remakes.

“Carrie, a Estranha” e “Footloose” são apenas alguns dos filmes que ganharam um remake e deixaram a desejar. Relembre outras tentativas frustradas no cinema (e algumas que deram certo):

“Carrie, a Estranha” (2013)

O remake do clássico dos anos 70 deixou muito a desejar com sua suposta adaptação para os anos 2000. O filme, que foi bastante aguardado, teve um lançamento inexpressivo e quase passou batido. A presença de Julianne Moore no elenco não conseguiu salvar a produção, que foi estrelada por Chloe Moretz no lugar de Sissi Spacek. O filme original continua sendo muito mais perturbador e sombrio do que o remake.

“Footloose” (2011)

Mais um caso de um remake que ficou perdido. A versão de 2011 de “Footloose” teve uma série de problemas já durante sua produção. O remake que teria Zac Efron no papel principal teve que se contentar com um quase desconhecido no lugar do protagonista depois que o ator desistiu do filme. O filme também ficou sem diretor por algum tempo e, quando estreou, foi considerada razoável por muitos e ficou no “mais do mesmo”, como uma verdadeira cópia do original.

“Psicose” (1998)

A ideia do diretor Gus Van Sant de produzir um remake do clássico de Alfred Hitchcock já era encarada com desconfiança no meio cinematográfico e o pior aconteceu. O filme se mostrou um verdadeiro fiasco ao apenas reproduzir, quadro por quadro, todas as cenas do original com um novo elenco questionável. Vince Vaughn como Norman Bates e Anne Heche como Marion Crane certamente não foram as escolhas certas.

“A Casa de Cera” (2005)

O filme acabou sendo uma sucessão de erros intermináveis. A ideia do remake era transformar o suspense clássico em um terror pré-adolescente, mas não deu nada certo. O elenco não foi nada convincente e a participação de Paris Hilton (sim) só deixou tudo menos crível ainda.

“O Vingador do Futuro” (2012)

A ideia de trazer “O Vingador do Futuro” de volta era tornar a história mais atual, mas mais uma vez, a produção deixou a desejar. O filme conseguiu bons números de bilheteria, mas não impressionou nem causou mais impacto do que o original em 1990. As fórmulas usadas, as mesmas de vários filmes do gênero, acabaram deixando o filme maçante e apenas “mais do mesmo”.

Por outro lado, por mais difícil que possa parecer, alguns remakes realmente dão certo. Entre os mais aguardados para 2017 está a adaptação de “It: A Coisa”, de Stephen King. Veja alguns remakes que acertaram:

“Scarface” (1983)

O remake de “Scarface” acertou em cheio e fez do filme um clássico do cinema. Com Al Pacino no papel principal, a história foi transferida de Chicago para Miami e não deixou nada a desejar – pelo contrário, a produção impecável coroou o remake como histórico.

“Os Infiltrados” (2006)

Um dos filmes mais premiados de 2007, “Os Infiltrados” se mostrou um remake perfeito de “Conflitos Internos”. A produção original havia sido produzida em Hong Kong em 2002 e Martin Scorsese foi responsável por adaptar a história, que foi levada para Nova York com Jack Nicholson, Leonardo DiCaprio e Matt Damon.

“Bravura Indômita” (2010)

Era duvidoso que um remake de um filme com John Wayne como protagonista iria dar certo, mas deu. Jeff Bridges, que assumiu o papel principal, conseguiu uma indicação ao Oscar com a adaptação bem sucedida do faroeste.

Confira as primeiras fotos do remake de “Dirty Dancing”: