Operação da polícia quer prisão de suspeitos de ataques a Taís Araújo

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2016 11h21
Reprodução/Instagram Taís Araújo

Quando sofreu ataques racistas, Taís Araújo falou que não deixaria as pessoas que proferiram as ofensas pelo Facebook saírem impunes. Ela estava falando sério. Nesta quarta-feira (16), a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro realiza uma operação para prender os suspeitos de cometerem os ataques.

“Por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), com apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e das Polícias Civis dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e Minas Gerais, deflagra, nesta quarta-feira, 16 de março, operação para prender criminosos apontados como autores dos ataques dirigidos à atriz Taís Araújo em sua página na rede de relacionamentos”, diz comunicado da assessoria de imprensa da entidade.

“A operação, coordenada pelo Delegado de Polícia Dr. Alessandro Thiers, titular da DRCI, tem como objetivo desarticular o grupo e cumprir quatro mandados de prisão e onze mandados de busca e apreensão em cidades brasileiras”, acrescenta o texto.

Na época dos ataques, em novembro de 2015, a polícia chegou a investigar 70 perfis no Facebook.