Oscar Magrini insinua que assédio é culpa das mulheres e Fátima Bernardes rebate

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2017 17h26
Oscar Magrini insinua que assédio é culpa das mulheres e Fátima Bernardes rebate - TV Globo

Um dia depois de José Mayer divulgar uma carta aberta assumindo que errou com a figurinista Susllem Tonani, o “Encontro com Fátima Bernardes” abordou a questão do assédio sexual contra mulheres e causou controvérsia com um comentário feito pelo ator Oscar Magrini.

Ao falar sobre o assunto, ele deu a entender que as mulheres seriam responsáveis pelos assédios que recebem. “É uma sociedade machista. Não existe como eu chegar agora e não te respeitar porque você está mais ousada. Não é porque está de minissaia que eu tenho que abusar, passar a mão ou falar alguma coisa, porque está de minissaia que está chamando a minha atenção. A mulher também tem que saber se colocar para não instigar o outro”, falou Magrini ao ser repreendido por Fátima.

“Mais do que instigar, Magrini, o outro tem que saber respeitar, independentemente de como a mulher estiver (vestida), respondeu a apresentadora. O ator, então, tentou se retratar: “foi o que eu falei, a minha liberdade termina onde começa a sua. Olha, você está muito bonita, que legal. Mas o que me dá o direito de chegar em você e te tocar? Não, jamais”.

O comentário de Magrini repercutiu pelas redes sociais. Muitos internautas consideraram a fala machista e infeliz.