Pedro Scooby desabafa sobre sua vida: “sentimentos podem mudar”

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2016 09h40
Pedro Scooby

Os rumores sobre o fim do casamento de Pedro Scooby e Luana Piovani ganharam força na noite da última terça-feira (16). O surfista compartilhou uma foto nas redes sociais em que aparece com os filhos Dom, 4 anos, e Bem, de 11 meses, acompanhada por um textão sobre a sua fase de vida atual, com alguns trechos polêmicos.

“Se divertir a noite, sair pra uma festa de vez em quando, estar separado ou não… Isso não faz de mim um homem menos honrado.”, “Afinal, sair a noite é normal, dar um tempo é normal, reestabelecer um relacionamento é normal, separar é normal, trabalhar é normal”, escreveu Scooby.

Além desse momento filosófico de Scooby, a notícia de que Luana Piovani se mudou temporariamente para São Paulo, acompanhada pelos gêmeos Bem e Liz, de 11 meses, por conta das gravações de “O Homem Perfeito”, seu novo longa, reforçam a tese de separação.

Veja o texto completo de Pedro Scooby:

“Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é. Esse sou eu: Pedro do mar, da vida, dos filhos, dos amigos, da família, do amor. Se tornar uma pessoa pública as vezes coloca na nossa frente coisas que nem sabíamos que existiam. A minha vida, como as de todos vocês, tem altos e baixos, momentos felizes, momentos tristes, novas etapas, fases difíceis, mudanças e consequências de nossos atos. Sentimentos podem mudar, vontades e desejos também. E que atire a primeira pedra quem nunca mudou. Aliás, a mudança não é a chave da evolução?
Agora uma coisa nunca vai mudar: meu caráter, meu amor, respeito, carinho, meus deveres, responsabilidades e cuidado com essas preciosidades que são meus filhos e a super mulher incrível que deu a luz a eles junto comigo. Isso nunca vai mudar. Isso é parte de mim, da minha vida e será pra sempre. Nada me poderia me doer mais na vida que o pensamento de não ser um pai presente. Ser pai, a coisa que mais me dá prazer e orgulho na vida. E eu quero ser o melhor do mundo para os meus. É o que acordo todos os dias pronto para fazer. Hoje, graças a Deus, à minha dedicação ao esporte que eu amo, aos meus patrocinadores que acreditam no meu talento no surf, eu consigo dar à minha família e aos meus filhos coisas que eu não tive quando jovem, mas que o amor sempre compensou, isso nunca vai faltar. E assim continuará sendo. Se divertir a noite, sair pra uma festa de vez em quando, estar separado ou não… Isso não faz de mim um homem menos honrado. E sim uma pessoa comum como todas as outras. Afinal, sair a noite é normal, dar um tempo é normal, reestabelecer um relacionamento é normal, separar é normal, trabalhar é normal. Se nunca faltar amor, respeito e consideração, nunca vai dar errado. E isso aqui tem de sobra. Julgar o outro sem saber o que de fato se passa dentro de uma situação é injusto, machuca e tira o que de mais lindo nós temos no mundo, o amor ao próximo.”