Pegando onda no empoderamento feminino, Tom Maior relembra a Imperatriz Leopoldina

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2018 07h08 - Atualizado em 10/02/2018 23h23
FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDOTom Maior fechou o primeiro dia de desfiles no Anhembi

A Tom Maior foi a responsável por encerrar o primeiro dia de desfiles do Grupo Especial no carnaval de 2018 de São Paulo. Com o enredo O Brasil de Duas Imperatrizes: De Viena Para o Mundo, a escola homenageou no Anhembi a Imperatriz Leopoldina, primeira esposa de Dom Pedro I, e a escola de samba carioca homônima.

Segundo a presidente Luciana Silva, o tema foi escolhido por conta da recente onda de discussões acerca do empoderamento feminino e da força das mulheres. Ele teve um significado grande também para a rainha de bateria Pâmella Gomes, que disse passar por uma “reviravolta” neste momento – já que, no ano passado, quebrou o dedo e entrou na avenida vestindo uma bota ortopédica.

Produzido pelo carnavalesco André Marins, o desfile contou com 21 alas, 5 alegorias e 2400 componentes. Última a se apresentar, por volta das 6h, a escola teve que enfrentar um Sambódromo mais vazio do que as concorrentes. O destaque ficou com um carro em que jatos de água se intercalaram entre os sambistas, criando um belo efeito visual. O desfile acabou pouco antes das 7h.

O Grupo Especial volta a passar pela avenida na noite de sábado (10) para domingo (11). Desfilarão, nesta ordem, X-9 Paulistana, Império da Casa Verde, Mocidade Alegre, Vai-Vai, Gaviões da Fiel, Dragões da Real e Unidos de Vila Maria.

Confira as imagens do desfile da Tom Maior: