Por ser gay, ex-N’Sync é impedido de doar sangue para vítimas de ataque

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2017 17h04 - Atualizado em 03/10/2017 17h08
Reprodução/InstagramLance Bass (à direita) e o marido, o modelo Michael Turchin (à esquerda)

Após o ataque que deixou 59 mortos e mais de 500 feridos em Las Vegas, as autoridades locais iniciaram uma série de campanhas para pedir doação de sangue para as vítimas. Um dos que se propuseram a ajudar foi o ator e cantor Lance Bass, ex-integrante da boyband N’Sync. Acontece que ele foi impedido. Apenas por ser homossexual.

“Como AINDA é ilegal os gays doarem sangue? Quero doar e fui proibido”, escreveu Bass em sua página do Twitter. Ele possui um relacionamento estável com o modelo norte-americano Michael Turchim, com que se casou em 2013.

A Food and Drug Administration dos Estados Unidos diz que homens que tiveram relações com outros homens nos últimos 12 meses não devem doar. De acordo com a FDA, a decisão é baseada em estudos do Centro de Controle e Prevenção do HIV. Ela foi colocada em prática em 1983 no auge da expansão da AIDS – época em que pouco se sabia a respeito da doença. As informações são da People.

Recentemente, de acordo com a publicação, a Associação Americana de Bancos de Sangue (AABB), os Centros de Sangue da América e a Cruz Vermelha Americana declararam que a política da FDA é “médica e cientificamente injustificada”. Mesmo assim, nada foi feito para modificá-la.