Portela encanta na Sapucaí e mira fim do jejum de 30 anos sem título

  • Por Jovem Pan
  • 04/03/2014 04h05

Contando a história da Avenida Rio BrancoPortela faz seu melhor desfile dos últimos anos; confira

A tradicional Portela, penúltima escola a entrar na Sapucaí, mostrou estar disposta a conquistar o lugar mais alto do pódio em 2014. Em um jejum que dura 30 anos, a azul e branca resgatou a tradição de fazer carnavais de respeito contanto a história da avenida carioca Rio Branco e seu entorno.

Com 3800 componentes divididos em 41 alas, a agremiação promoveu um “mar de águias” – o animal é o símbolo da entidade – com 22 no total. Uma delas, um drone adaptado, voou guiada por um controle remoto ao longo da extensão da passarela do samba, empolgado o público.

A entusiasmada e fanática torcida chegou a bradar gritos de “é campeã”.

A comissão de frente contou a história da relação do carioca com o mar. As alegorias imponentes também foram destaque, como a de um gigante de 18 metros e o “Cinelândia” que reproduziu um cinema.

Passaram pela Marquês de Sapucaí antes da Portela: Imperatriz Leopoldinense, Vila Isabel, União da Ilha e Mocidade Independente. Ela deu lugar à Unidos da Tijuca, que fechou o Carnaval carioca.