“Questões trans são vitais”, diz Caitlyn Jenner no ESPY Awards; assista

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2015 15h19

Caitlyn Jenner ao receber seu ESPY Award

Caitlyn Jenner ao receber seu ESPY Award

Na noite desta quarta-feira (16), foi realizada a premiação ESPY Awards, criada e mantida pela ESPN americana desde 1993, em que atletas de todas as modalidades são reconhecidos pelos campos de excelência do esporte, em um total de 38 categorias, individuais e coletivas. E o prêmio de coragem foi para ninguém menos do que o mais novo símboloda causa trangênero: Caitlyn Jenner.

Ex-atleta olímpica, Caitlyn fez um discurso inspirador para os presentes no evento, que incluíam seus seis filhos e as três enteadas (Kim, Kourtney e Kloe Kardashian). “Eu sempre quis que meus filhos fossem tão orgulhosos do pai deles, do que foi capaz de conquistar em sua vida, e vocês me deram tanto apoio. Eu sou eternamente grato por ter vocês em minha vida”, disse Caitlyn em seu discurso quando recebeu o prêmio.

“Tem sido de abrir os olhos, inspirador, mas também assustador. Por todo o país, agora, no mundo todo, neste exato momento, existem pessoas se revelando transgênero”, disse ainda a ex-atleta, conhecida como a melhor do mundo em seu auge. “Essa mudança tem sido mais dura para mim do que qualquer coisa que eu poderia ter imaginado. E é assim para muitos outros além de mim. Por essa razão, as pessoas trans merecem algo vital, merecem seu respeito”.

Dado o reconhecimento de Caitlyn, ela também se colocou a responsabilidade de fazer o que puder pela causa das pessoas transgênero. No teaser de seu reality show, que estreia já no próximo dia 26, ela ainda diz que fará um bem ao revelar mais detalhes do seu processo de transformação.

“Eu sei e estou consciente de minha responsabilidade de seguir adiante. De fazer o que eu puder para mudar a forma como as questões trans são vistas”, acrescentou Caitlyn. “Pode não ser fácil passar pelas coisas que você não entende, eu quero uma prova de é absolutamente possível, mas se fizermos juntos”.

Confira aqui o momento (o discurso começa aos 16 minutos e 36 segundos):