Rihanna e CEO do Twitter doam R$ 80 milhões para promover a saúde mental

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2020 16h44 - Atualizado em 19/06/2020 16h44
Reprodução/ FacebookReprodução

Com o isolamento social e a pandemia de Covid-19, as questões psicológicas nunca precisaram tanto de atenção. Por isso, a cantora Rihanna juntou-se ao CEO do Twitter, Jack Dorsey, em uma ação de doou pouco mais de US$ 15 milhões (equivalente a R$ 80 milhões) para ajudar organizações que trabalham em prol da saúde mental nos Estados Unidos. 

A colaboração da cantora aconteceu por da Fundação Clara Lionel, instituição comandada por Rihanna e que trabalha por uma sociedade mais igualitária em vários países do mundo. Em um comunicado oficial, a instituição destacou a importância de cuidar da saúde mental, principalmente em tempos como o atual. “Mesmo enquanto a maioria dos estados está começando a relaxar medidas de isolamento, milhões de americanos continuam enfrentando desafios que ameaçam sua saúde física e mental”, escreveram. 

O valor arrecadado será dividido entre várias instituições menores. 

Essa não é a primeira vez que a parceria de Rihanna (por meio da Fundação Clara Lionel) com o Twitter rende frutos. Em abril, eles doaram cerca de R$ 22 milhões para instituições que combatem a violência doméstica. 

  • Tags: