Rússia considera banir exibição de “A Bela e a Fera” por conta de “momento gay”

  • Por Jovem Pan
  • 05/03/2017 14h16
Rússia considera banir exibição de “A Bela e a Fera” por conta de “momento gay” no filme - Reprodução

O tão esperado live-action de “A Bela e a Fera” pode não ser exibido na Rússia. De acordo com o site NME, oficiais russos irão avaliar o conteúdo do filme, devido ao personagem gay vivido por LeFou, para autorizar ou não a exibição do filme.

Segundo a publicação, o live-action poderia violar a lei de 2013 que impede qualquer tipo de “propaganda gay” no país. O ministro da Cultura, Vladimir Medinsky, declarou que a decisão de exibir “A Bela e a Fera” na Rússia será feita depois de uma avaliação formal do filme.

A decisão foi tomada depois da declaração do diretor do live-action, Bill Condon. Em entrevista à Attitude, ele afirmou que a produção irá mostrar um “momento exclusivamente gay” entre personagens. Um membro do Parlamento russo condenou o filme como uma “propaganda vergonhosa do pecado”.

Diante da revelação de que LeFou será assumidamente gay no live-action, um cinema em Alabama, nos Estados Unidos, afirmou que não irá exibir o filme para não comprometer os ensinamentos da Bíblia.